Site em desconstrução

agosto 15, 2011

este blog está parado, falta de tempo, falta de idéias…


Se quiser tirar de mim arguma coisa de bão, que me tire o trabalho

janeiro 16, 2011

Quando Deus fez o homem, quis fazer um

vagolinho que nunca tinha fome e que tinha no

destino nunca pegar no batente. E viver folgadamente.

O homem era feliz enquanto Deus ansim quis, mas depois pegou Adão, tirou uma costela e fez a mulher, desde então o homem trabalha pr’ela.

Vai daí, o homem reza todo dia uma oração:

“Sequiser tirar de mim arguma coisa de bão, que me tire o trabalho a mulher não”


Progréssio, Progréssio

Eu sempre escuitei falá

Que o progréssio vem do trabaio

Então amanhã cedo nóis vai trabaiá

Quanto tempo nóis perdeu na boemia

sambando noite e dia cortando uma rama sem parar

Agora escuitando os conseio da mulhé

amanhã vou trabalhar se Deus quiser. Mas Deus não qué.

Adoniran.


A imprensa é co-responsável pelos alagamentos em São Paulo

janeiro 16, 2011

O papel da imprensa nas enchentes de SP

Enviado por luisnassif, ter, 11/01/2011 – 10:28

Do Festival de Besteiras da Imprensa

A imprensa é co-responsável pelos alagamentos em São Paulo


Inundação do ano passado, repetida em 2011, e em 2012, e em 2013 e…

Digo e repito: o papel da chuva é chover, do governador e dos prefeitos fazer obras de drenagem e macro-drenagem e da imprensa é denunciar as omissões governamentais sejam tucanos ou não os seus mandatários.

Pois bem, todos os alagamentos, inundações e transbordamentos de rios, no Estado de São Paulo, e especialmente na capital e arredores, são decorrência dos ridículos investimentos realizados em drenagem e macro-drenagem, pelos sucessivos governos tucanos e do DEM (prefeitura da capital).

Se esses governantes fossem do PT, as denúncias seriam diárias – como ocorreu com a Marta Suplicy. Nessa ocasião, a imprensa não falava que a chuva provocara inundações. Ela denunciava a prefeitura pela não realização da obra A ou B e martelava nisso o tempo todo.

Ao contrário, durante todo o período de governos tucanos, a imprensa só sabe repetir que a culpa de todos os alagamentos e inundações é da chuva. É só ver as manchetes e submanchetes diárias, nesse período do ano.

A imprensa deveria saber que existe um Plano Diretor de Macrodrenagem da Bacia Hidrográfica do Rio Tietê, que completou 12 anos em dezembro de 2010. (Clique aquipara ter acesso a esse plano)

A imprensa deveria colocar dois ou três bons jornalistas para escarafunchar esse Plano Diretor e ir atrás de informações sobre o estágio atual da sua implementação.

Os projetos futuros do plano diretor, na imagem abaixo, deveriam ser exaustivamente pesquisados.

Como estou certo de que encontrará muita omissão dos governo tucanos, a imprensa deveria denunciar o governo do Estado de São Paulo e a Prefeitura da capital, levando a opinião pública a pressionar esses governos, parlamentares e entidades da sociedade civil para que as obras necessárias sejam realizadas sem mais protelação.

Mas como a imprensa fará isso se parte dela está comprometida até a medula com os sucessivos governos tucanos e do DEM?

Como eu acho que as Organizações Serra (Globo, Folha, Estadão e Veja, entre outros) não cumprirá o seu papel institucional, então continuaremos com o “reme-reme” de que a chuva – Deus – é a responsável pelo inferno em que é transformada a capital e municípios da Região Metropolitana de São Paulo.

Como exemplo de omissão, ainda hoje (11/1/11), a imprensa está evitando publicar imagens das inundações em São Paulo. Eles fazem de tudo para maquiar a realidade que pode desgastar os governos tucanos e do DEM.

Não bastasse o apagão diário do trânsito de São Paulo, que também é tratado como algo em que não há responsabilidade alguma da prefeitura da capital e do governo estadual.

Enquanto isso, a parte do eleitorado que não votou nem nos tucanos nem no Kassab terá que “comer o pão que o diabo amassou com os pés”, sendo castigada por algo sobre o qual não teve qualquer responsabilidade…

 


Nós elegemos uma presidente foda.

novembro 3, 2010

Vai vendo… clara, objetiva, firme e atenciosa.

 

http://storage.mais.uol.com.br/embed.swf?mediaId=7312604


Discutindo o que importa 3

outubro 27, 2010


Discutindo o que importa 2

outubro 27, 2010


Hipocrisia tem perna curta.

outubro 17, 2010

Serra diz que no seu governo nunca protegeria um corrupto, e nunca diria que “não sabia”.

Na primeira chance:  primeiro não conhecia Paulo Preto, agora o protege.

http://www.istoe.com.br/reportagens/106182_O+PODEROSO+PAULO+PRETO+PARTE+1?pathImagens=&path=&actualArea=internalPage

Apelou para a superficialização de um tema importante. A discriminalização do Aborto.

Sua esposa disse que Dilma seria uma “assassina de criancinhas”.

Porém Monica Serra já abortou.

http://oglobo.globo.com/pais/noblat/posts/2010/10/16/monica-serra-contou-ter-feito-aborto-diz-ex-aluna-333126.asp

Esses são absurdos incondicionais recentes, porém a campanha de Serra é  inteira pautada por demagogias e hipocrisias.

Este segundo turno é mais que apenas uma questão ideológica.

Ele tem prometido e dito exatamente o contrário do que faz quando lidera.

Serra é um estelionato eleitoral.


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.